Régis Thiago
Jornalista e Ballaieiro
Ser escritor é ir além do real
O Dia do Escritor é comemorado dia 25 de Julho no Brasil. Segundo pesquisas, a ideia de homenagear todos os escritores surgiu a partir do I Festival do Escritor Brasileiro, organizado na década de 60 pela União Brasileira de Escritores, sob a presidência de João Peregrino Júnior e Jorge Amado, um dos principais nomes da literatura nacional. A data celebra as pessoas dedicadas às palavras escritas.
O estilo do texto não é o mais importante, os escritores precisam ter a grande habilidade de entreter os leitores e, para isso, é necessário um enorme conhecimento, além de uma boa dose de criatividade. 
O escritor pensa de forma diferente, ou melhor, vão além do real. Tudo bem, muitas vezes eles podem ultrapassar a realidade com suas imaginações, fantasias e muitos sonhos. Real ou não, sempre acreditam que o impossível é só questão de opinião.
Os escritores são os amantes das palavras. Dão vida a tudo nesse mundo. Graças aos brilhantes escritores podemos sonhar e acreditar, quem nunca se pegou em um romance perfeito, em um príncipe encantado, ou nas fantasias dos contos de fadas? Essas histórias fazem ou já fizeram parte da infância de muita gente.
O escritor tem o poder de soltar suas criações mentais por meio das palavras. Faço parte desse núcleo, amo soltar minha terrível imaginação. Nem todos se identificam como cada escritor escreve. Para quem ama escrever, precisamos apenas de inspirações, um pedaço de papel e uma caneta.
Com isso damos asas à imaginação. Para especialistas, escrever também é uma ótima terapia, eu também acredito que seja, me acalmo, e muitas vezes realizamos desabafos entre essas linhas. Como o magnífico Umberto Eco diz em um dos seus livros; “(Era uma vez) envia um sinal que lhe permite de imediato selecionar seu próprio leitor-modelo, o qual deve ser uma criança ou pelo menos uma pessoa disposta a aceitar algo extrapola o sensato e o razoável”.
   
 
 
Confira a galeria de fotos!
Desenvolvido por DEC WebSites