Valéria Vilela
Jornalista e Ballaieira
Um produto da Agropecuária Santa Inês, pronto para agradar o paladar dos europeu
Neste sábado Muzambinho recebe o representante de San Marino para o lançamento do Selo da nova marca da Agropecuária Santa Ines.

No vídeo confira as informações sobre este novo produto.Agropecuária Santa Ignês se destaca pela sustentabilidade de olho no mercado de cafés especiais 
 
Carruá  Café oferece portfólio sofisticado para atender mercado internacional
 
Um segmento forte e latente. Assim tem sido o mercado de luxo e de produtos e qualidade no setor de alimentos  no Brasil, ganhando cada vez mais atenção das empresas.Quem está de olho neste  setor é a  Agropecuária Santa Ignês, empresa centenária na produção dos grãos. 
 
 
Há  mais de 30 anos, a empresa se dedica a fabricar produtos dentro dos mais altos padrões de qualidade. “Trabalhamos com grãos nobres,  100% arábica, o que caracteriza a nossa linha como gourmet”, explica André Turiba , administrador da   Santa Ignês.
 
A linha de cafés  conta com três  linhas de produtos voltadas exclusivamente ao público que exige rastreabilidade e qualidade da lavoura a xícara. A  linha mais sofisticada é a Sanmarinense  Blends   produzida com grãos da sofisticada e rara variedade de Bourbon Amarelo e Catuai  do Sul de Minas Gerais. 
 
O principal produto  da empresa é a linha gourmet. O produto é um blend  com grãos da fazenda que fica a mais de 1200 metros de altitude e esta localizada no Sul de Minas Gerais. Seus grãos são livres de defeitos e passam por um delicado processo de torra capaz de preservar e salientar seu sabor original, aqui o café é trabalhado com alimento, salienta o administrador. 
 
 A outra característica que chama a atenção da linha Sanmarinense  são os aromas . Os grãos gourmet tem preservados os  aromas naturais  de chocolate e amêndoas doces, ganhando nuances diferenciadas que propiciam uma sensação incomparável de prazer. Os produtos estão disponíveis nas versões grão in natura, sacos com 20 quilos, sendo o mais procurado por importadoras europeias. Pacotes em grãos torrados de um quilo que são encontrados no mercado nacional através da marca Carruá são vendidos em cafeterias especiais nas capitais brasileiras. 
 
Para selar com chave-de-ouro, todos os produtos da Agropecuária Santa Ignês são armazenados em requintadas embalagens e numeradas. Feita com lacre especial que garantem a rastreabilidade do produto, além da  a qualidade e do sabor e a oportunidade do cliente sentir o aroma ainda no ponto-de-venda onde é feita a torra na presença do consumidor em casas especializadas na Europa.  “Os cafés da fazenda do sul de minas, são feitos para pessoas que valorizam, além de um conteúdo maravilhoso, uma embalagem elegante e de bom gosto. É um café que transmite beleza, emoção e estilo”, argumenta o  administrador que não abre mão de nos servir uma xicara do café que é exportado.
 
A distribuição dos produtos também é feita de forma personalizada e fidelizada, para os clientes que são muito exigentes com as normas ambientais  Em geral, os cafés gourmet da marca são encontrados apenas em cafeterias de alto padrão, localizadas em bairros nobres. Os produtos Carruá podem ser encontrados em São Paulo e no site da empresa. E são entregues de forma personalizada por funcionários treinados que tem informações sobre o processo de produção dos grãos, além da rastreabilidade que garantem ao consumidor final dados no seu celular no momento em que consumir um xícara em algum estabelecimento comercial.
 
Com foco, no mercado de consumidores mais exigentes e conscientizados ambientalmente a marca ganhou destaque por ser a primeira fazenda no Sul de Minas a possuir todos os selos de qualidade  oferecidos no pais, criando inclusive um  próprio.“ As certificações trazem benefícios que são agregados ao preço final do produto e também uma constante formação ao trabalhador que presta serviço, como a lavoura e fazenda são sempre vistoriadas os funcionários são mais conscientes ações diárias de preservação ambiental ." explica o administrador.
 
Mesmo o consumidor das classes menos favorecidas, não ignora as questões sociais e ambientais, e pelo o menos o selo da ABIC o comprador quer que o pacote de café tenha, enfatiza a produtora. Para o potencial da emergente classe C. Temos o  Nosso Café  um  produto gourmet, mas com preços mais acessíveis. “ Apostamos no crescimento com qualidade e honestidade, respeitar e valorizar cada cliente e diversificar a linha de produtos para atender a exigência do consumidor de café, sem abrir mão da sustentabilidade e valorização dos nossos trabalhadores, oferecendo uma infraestrutura na lavoura que ao tomar uma xicara do café Carruá, o consumidor tenha certeza que o alimento cumpre sua função social de gerar renda e respeitar o meio ambiente.” encerra Clovis Pizza, extencionista da Emater, responsável pelo programa de certificação da fazenda em Muzambinho.

Desenvolvido por DEC WebSites