Régis Thiago
Jornalista e Ballaieiro
A vida me ensinou a lutar pelos meus sonhos
Hoje é comemorado o dia do jornalista e nada melhor que essa bela frase de George Orwell para destacar isso, "Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade". Assim assino meus textos, meus sonhos e tatuo, “ Eu sou um Ballaieiro”.
Sou um embrião do Tudo Junto e Misturado, entrei na equipe de Ballaieiro por sintonia a favor de uma vida sonhadora e com essa equipe o mundo é bão. Pessoas simpáticas, humildes, muitas vezes psicólogas. O mundo pode te derrubar, mas vale a pena levantar, sacudir a poeira e seguir em frente. 
Reafirmo com todas as letras, “Caiu no nosso Ballaio, virou solução”. 
Estranho e ao mesmo tempo magnífico ver pessoas com os mesmos ideais de lutar pelo que se acredita. Não tive o privilégio de ir para Guaxupé conhecê-los pessoalmente, mas sei que um dia irei. Sou feliz por ter esse privilégio, ter pessoas boas, sonhadoras ao meu lado. Nem parece que estamos distantes.  A sintonia é forte, é real.
Como dizia Chorão “eu faço da minha dificuldade a minha motivação, a volta por cima vem na continuação”.  E assim continuo meu caminho, em uma conversa, certa Ballaieira me disse “pense nessa frase, se eu desistir, eles é que terão conseguido me mudar”. Ao refletir sobre isso, tenho a mais certeza do mundo, escolhi a profissão certa, sou jornalista com orgulho. Lutar todos os dias a favor de informações de credibilidade, sem deixar seu intelecto atrofiar com profissionais que se dizem jornalistas, afinal alguns acreditam que o fato de ter MTB é ser jornalista. Enfim, essa é outra discussão. Então não deixem as pessoas te desanimarem, sei que não é fácil, mas cultive boas amizades, verdadeiros amigos, afinal, na hora do stress, da tristeza, eles vão olhar para você e dizer, “para tudo porque você é um puta profissional”, “não deixe ninguém te desanimar, você já chegou até aqui e pode ir além”.
Desde já agradeço todos que acreditam no meu profissionalismo como jornalista, um mero operário das letras. Esse sempre foi o meu sonho e jamais desistirei dele. E você? Qual é o seu sonho? Vai desistir?  Aos meus amigos Ballaieiros MUITO OBRIGADO por apenas SONHAREM e serem apenas VOCÊS mesmos.
 
Desenvolvido por DEC WebSites