Karina Smargiassi
Jornalista e Ballaieira
21/03: Dia Mundial da Infância
Com uma enorme porção de saudosismo, posso dizer que a infância nos anos 80 foi boa demais!
Para os eternamente crianças mas já velhinhos no RG, como eu, algumas coisas marcaram nossa vida e pra sempre.
A lista é enorme, mas tentei resumir o que mais bombou na época 80/começo dos anos 90.
Pegue seu rádio colorido Gradiente com microfone, coloque uma fita K7 e venha relembrar!
Os Trapalhões: E quão bom eram os quatro, juntos. Didi, Dedé, Mussum e Zacarias, fazem falta...
A Lagoa Azul é um super clássico, filme eterno que habita a Sessão da Tarde!
Bala Soft: eita balinha boa e assassina! Quem nunca se engasgou que atire a primeira bala (valeu Tia Cida por tirar a bala da minha garganta!)
Vamos pedir ao Silvio Santos a volta da Porta da Esperança! E Ver Ayrton Senna dar show no domingo pela manhã!
Sua festa de aniversário tinham dez bexigas amarradas com barbante cortando a sala toda, e na mesa garrafinhas de vidro de coca-cola, fanta e guaraná! Juntem todos para as fotos, pois o filme era de 12 poses!
Ostentação na escola era o estojo do paraguai, com mil facetas, que abria de todo lado e já vinha com régua, borracha e lupa! quem não tinha, usava o de madeira, de tampa verde. E caixa com 36 lápis de cor então... só os poderosos! Não podia faltar a caneta de 12 cores, que era horrível para escrever, carrinho pra mochila e o elástico pros cadernos. E a lancheira era de plástico, com a garrafinha que saía para fora!
As canetinhas Sylvapen e as balas klep's são minha maior lembrança da época do Delfim Moreira...(se eu achar essas raridades hoje em dia, compro!)
As paqueras começavam no caderno de perguntas da escola! E terminavam na brincadeira da Salada Mista.
Coleção Amar é.. e aqueles álbuns de brinde, que sempre ganhava vareta, peteca, dominó e faltava uma figurinha pro fogão, geladeira!
Mini Chiclets, Mentex, Fofy, Chocolate Supresa Bichos, da Turma da Mônica. E os cigarrinhos de chocolate Pan, que delícia! Quem nunca furou a tampinha com a faca do guaraná Brahma ou pequetito pra colocar um canudinho. Quicky de Morango, aqueles sucos em formato de fruta e o sorvete expresso da pracinha, que o líquido ficava em vidros coloridos. E o Babballo Banana, um clássico!
Os meninos eram vidrados no Macgayver e o melhor era juntar a galera para jogar Super Trunfo. Não podia faltar o Kichute na hora do futebol no campinho de terra! E depois terminar o dia soltando pipa.
Nenhuma criança saberá a emoção de se jogar Atari, competir no Enduro em altas pistas de neve, Pacman, salvar a mocinha no jogo no Tarzan e Super Man.
As bonecas top eram a Lu Patinadora, Moranguinho e a Rockita (que tenho a minha té hoje). Quem teria a paciência hoje de cuidar de um bichinho virtual? Mola, tazo, Lego, iô iô da Coca Cola, vai-vem, Pogo Bol, Cara Maluca, bambolê, papel de carta, Pega Vareta, Aquaplay era nosso tablet! E o bate-bate que machucava toda a mão da gente!
Medo do Chuck (que carrego comigo até hoje), do Fofão e da boneca da Xuxa...
Lavei meu cabelo com Neutrox e passei batom em formato de morango e uva.
Ficar esperando no rádio sua música preferida para gravar na fita K7 ou aquele programa supimpa na VHS. Toda semana era uma festa ir na feira e ver as "fitas" novas que chegaram, porque o vinil era caro! E dançávamos lambada na escola, Dominó, Menudos e Paquitas. Os bailinhos aconteciam ao som da Blitz.
 A rivalidade era saber se você assistia Xuxa, Mara ou Angélica! E esperava chegar a hora de assistir Nossa Turma (meu preferido), Os Ursinhos Carinhosos, Power Rangers, Os Caça Fantasmas, He-Man, Caverna do Dragão, Pica Pau, Jaspion ou Punky, a Levada da Breca! E a noite pulava no sofá para ver Carrossel.
A gente brincava na rua de bola de gude, amarelinha, carrinho de rolimã, bets (taco) e descia o morro no papelão. E era tudo tão simples, e tão bom...
Malditos ninjas cortadores de cebola...
E pra você, quais as melhores lembranças da infância?
Confira a galeria de fotos!
Desenvolvido por DEC WebSites